Vantagens e desvantagens do inDrive: como e quando optar pelo app

O Clube inDriver não é patrocinado por empresa alguma de mobilidade. Por isso, nossas informações são isentas, imparciais. Neste artigo, nós te mostraremos as principais vantagens e desvantagens de usar o inDrive.

Vamos começar pelos aspectos que podemos considerar como sendo desvantagens. Esperamos que não julgue estas considerações pela quantidade de itens vantajosos ou desvantajosos. A avaliação final do aplicativo tem que ser feita por cada usuário.

Desvantagens de usar o inDrive

Como desvantagens, ou pontos que o inDrive precisa melhorar, nós citamos as seguintes:

Preços ainda longe da realidade

A estimativa de preço do inDrive ainda está longe da realidade de cada cidade brasileira. Ou seja, o aplicativo precisa estimar melhor o preço.

Uma forma de fazer isso é tomando por base os preços praticados pelos principais concorrentes da atualidade (Uber e 99), descontando as taxas deles.

Outra sugestão do Clube Indriver é que o app russo traga um comparativo na própria tela, algo que fique à disposição dos usuários. 

Com isso, ele perceberá claramente qual a vantagem de estar rodando pelo inDrive. Confira na tela abaixo um esboço simples de como ficaria (que os programadores façam melhor!):

Sugestão de Preços inDriver: a foto mostra tela do aplicativo inDriver com simulador de preços

 

 

Segurança ainda deixa a desejar

O tipo de público que o motorista consegue captar pelo inDrive, em geral, é composto por gente de menor poder aquisitivo. Afinal de contas, o que leva uma pessoa a “pechinchar” o máximo que puder, se não for a falta de dinheiro?

Mas isso pode trazer como consequência para o motorista situações indesejadas. A principal delas talvez seja aceitar corridas para destinos considerados sociológica e/ou estatisticamente mais “perigosos”.

Outro aspecto com relação a isso é, eventualmente, levar o motorista a ter contato com passageiros também “perigosos”. Em um país como o Brasil, onde a questão da segurança pública está longe de ser melhorada, o aplicativo precisa implementar filtros que selecionem passageiros e destinos mais seguros.

Falta de regulamentação

O inDrive ainda precisa passar por toda uma adequação do ponto de vista legal para poder operar nas cidades brasileiras. Em algumas cidades o inDrive não consegue se adequar às leis. Isso pode levar passageiro e motorista a operar “fora da lei”.

Dessa forma, é preciso que o aplicativo opere respeitando as leis e retendo os devidos impostos.

Falhas no processo de cancelamento de corridas

Determinados roteiros aceitos pelo motorista, se vierem a ser cancelados significam prejuízo. Isso porque o inDrive não tem a opção de cancelar uma corrida sem que o motorista perca o valor acertado.

Falhas na precisão dos endereços e impossibilidade de reembolsos

Motoristas se queixam de que a precisão dos endereços no aplicativo do inDrive ainda é reduzida. O outro ponto sobre isso é que nem o passageiro nem o motorista têm a opção de editar o local.

Assim, por exemplo, se um destino de corrida for aumentado, não há no aplicativo a opção de recalcular a distância. Isso gera perdas financeiras para o condutor. Sem falar que o inDrive também não considera eventos adversos, como congestionamentos.

Falta de suporte ao motorista para reembolsos

Além de o inDrive não ter, desde a sua criação, um suporte pleno para o motorista, também não há suporte a reembolsos por eventuais estragos no carro. Por exemplo, se um motorista aceita uma viagem em que o passageiro encontra-se embriagado, correrá o risco de ter seu carro prejudicado por esse passageiro.

Se ele não aguenta esperar e vomita no interior do carro? Ou, e se um passageiro qualquer causa algum outro dano ao veículo?

Forma de pagamento ainda deficiente

Quem opera com o inDrive recebe o valor no ato da corrida, seja em dinheiro vivo (em espécie), seja via PIX ou transferência eletrônica convencional, seja por máquina de cartão.

Ou seja, falta no aplicativo inDrive um meio de recebimento de valores próprio, de uma forma que dê mais segurança ao motorista e ao próprio aplicativo (já que ele retém sua taxa de serviço).

Possíveis falhas no cadastramento de passageiros

O inDrive necessita utilizar instrumentos tecnológicos que possam forçar a uma verificação documental mais segura dos passageiros.

Se ocorrer uma melhora nesse processo de cadastramento, pode significar mais segurança para ambas as partes (o próprio passageiro e o próprio motorista).

Quanto a isso, uma dica é que poderia ser alterada a forma de contato telefônico fornecida pelo aplicativo.

Ela permite que motorista e passageiro tenham acesso ao número de telefone real um do outro. Isso poderia ser “camuflado”.

Estímulo à “prostituição” trabalhista

Por último, nós queremos citar como desvantagem o estímulo à “prostituição” trabalhista feito pelo inDrive. Trata-se de algo tão drástico quanto a chamada “uberização” do trabalhador moderno…

Por ser um tipo de serviço em que a barganha pelo melhor preço é a base, isso tem levado muitos condutores a aceitar qualquer tipo de valor.

O problema desse barateamento pode não ser visível de imediato, mas logo logo o motorista perceberá que está “pagando para trabalhar”.

Aceitar qualquer preço de corrida, evidentemente fora da realidade, tem estimulado essa “prostituição” dos motoristas.

Vantagens do inDrive

A nossa lista de pontos positivos ou vantagens do inDrive pode, aparentemente, estar menor do que as desvantagens. Mas, como já dissemos no começo deste artigo, não encare essa desproporção na balança como algo ruim.

Afinal de contas, estamos falando de um aplicativo bastante recente no mercado de mobilidade urbana e ele tende a se aperfeiçoar a cada atualização.

Confira as vantagens do inDrive:

O poder de barganha

Não ficar totalmente “refém” da prática de preços dos aplicativos considerados mais “consagrados” no mercado, é, sem dúvidas, uma grande vantagem.

O ser humano, em sua natureza, aprende a barganhar desde que nasce. Dessa forma, o inDrive acerta muito quando utiliza esse talento para o serviço de transporte.

A taxa de serviço é baixa

Um aplicativo de mobilidade que cobra algo em torno de 10% de cada corrida é considerado um bom aplicativo.

Pioneiro na divulgação de dados sobre passageiros

O inDrive inovou por ser o primeiro aplicativo de mobilidade que traz mais detalhes sobre os passageiros do que os concorrentes.

Informações como a reputação, a foto, a nota desse passageiro, a quantidade de viagens que ele já fez, não são nada banais.

Tais dados são extremamente importantes para levar o motorista a tomar a decisão de aceitar a corrida.

Conclusão

Com a exposição destas vantagens e desvantagens nós queremos te ajudar, motorista ou passageiro, a tomar sempre a melhor decisão. O inDrive ingressou nesse disputado mercado de mobilidade urbana ciente de que está lidando com empresas super competitivas.

É natural que o aplicativo russo esteja em plena evolução e isso é bom, porque levará ao seu aperfeiçoamento constante. Portanto, será natural que daqui a algum tempo você leia este artigo e perceba que os aspectos aqui abordados já foram solucionados.

Nós, do Clube inDriver, torcemos por isso.

 

Alberto Vicente (DRT-5272-BA) é formado em Letras (UEFS) e desde 1997 vem acumulando experiência na redação de textos para blogs e sites.

    tem 187 posts e contando. Ver todos os posts de

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *