Motorista de Aplicativo: como se tornar; quanto ganha; onde há vagas

A crise econômica que se agravou nos últimos dois anos, a falta de emprego e os baixos salários motivou muitas pessoas a optarem pelo trabalho como motorista de aplicativo.

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostraram, em outubro de 2021, que existem cerca de 1,1 milhão de motoristas de aplicativo trabalhando em plataformas no Brasil.

As informações do número de motoristas tiveram como base de dados a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios que foi feita pelo Instituto Nacional de Geografia e Estatística (IBGE). As informações foram do portal Machine Global. 

Vantagens ser motorista de aplicativo

A profissão se tornou fonte de renda principal, ou renda extra, de muitos trabalhadores brasileiros. Realizar a atividade na hora que convêm, não ter um chefe e não precisar bater ponto atraíram muitas pessoas.

Uma vantagem também nessa profissão de motorista de aplicativo é que ao estabelecer o horário de trabalho é possível ajustar o tempo para realizar outras atividades como: estudar, cuidar da casa, pegar os filhos na escola e trabalhar em outra profissão.

Desvantagens de ser motorista de aplicativo

Nos últimos dois anos, o preço dos combustíveis aumentou tanto que o motorista acabou vendo o ganho nas corridas diminuir. Por isso, nos últimos meses são frequentes os cancelamentos de corridas curtas porque não compensa.

Outra desvantagem de ser motorista de aplicativo é não ter direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), o que teria caso trabalhasse com carteira assinada.

Como trabalhador, ele encerra o expediente no horário estabelecido pela empresa. Já como motorista precisa estabelecer uma meta e caso não cumpra será necessário trabalhar mais.

Quanto ganha, em média, o motorista de aplicativo? 

O ganho como motorista está relacionado ao tempo de trabalho realizado e também aos horários escolhidos. Isso porque existem horários de pico no dia com maior procura e preços elevados. Dessa forma, tanto existem motoristas ganhando R$ 1.500,00 por mês, quanto outros ganhando de R$ 3.000,00 a até R$ 5.000,00 mensais, dependendo da região. Há quem arrisque a dizer que ganha até mais do que esse limite.

Quando a procura diminui, os preços ficam normais. Por isso, é importante que o motorista realize o trabalho de acordo com esses horários. Já a taxa cobrada pelo aplicativo tem uma variação conforme estabelece a plataforma. É preciso que o motorista entenda as taxas da tabela de preços. 

Uma das primeiras startups que chegou ao Brasil foi a Uber. A plataforma ao longo dos anos mudou a relação com os seus colaboradores.

A variação de cobrança feita no Uber, atualmente, é de até 40%. Ela é feita conforme a quilometragem que é percorrida, junto com o tempo que é gasto para chegar ao destino.

O aplicativo 99 estabelece uma tarifa com um percentual que vai de 10% a 25% para os motoristas. Essa tarifa está sendo aplicada em 20 regiões metropolitanas do Brasil.

Como se tornar um motorista?

Existem alguns critérios para se tornar um motorista de aplicativo. Entre eles, idade mínima de 18 anos, ter carteira de motorista, apresentar atestado de antecedentes criminais e ter um veículo. Ai, entra no aplicativo que você deseja trabalhar e se cadastrar.

Alberto Vicente (DRT-5272-BA) é formado em Letras (UEFS) e desde 1997 vem acumulando experiência na redação de textos para blogs e sites.

    tem 189 posts e contando. Ver todos os posts de

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *